Capa do livro de Fungos e micotoxinas em castanha-do-Brasil
Título do livro:

Fungos e micotoxinas em castanha-do-Brasil

Da colheita ao armazenamento

Novas Edições Acadêmicas (2015-08-18 )

Books loader

Omni badge Apto para vale
ISBN- 1 3:

978-3-639-75907-5

ISBN- 1 0:
3639759079
EAN:
9783639759075
Idioma do livro:
Anotações e citações/ texto breve:
O objetivo do estudo foi avaliar a presença de fungos e micotoxinas (aflatoxinas [AF] e ácido ciclopiazônico [ACP]) em castanhas-do-brasil coletadas a campo e no armazenamento, bem como a micobiota do solo e ar nas coletas iniciais. As amostras procederam de Itacoatiara, AM, Brasil, e foram coletadas a campo em quatro períodos: Dia 0; amostras na árvore, Dias 5, 10 e 15; amostras em contato natural com solo 5, 10 e 15 dias, respectivamente. As amostras armazenadas, após secagem, foram analisadas mensalmente por 11 meses. Nas amostras coletadas a campo, os fungos mais prevalentes foram: A. flavus em ouriços e amêndoas; Fusarium spp. em cascas. No solo foram isolados Penicillium spp. e Aspergillus flavus e no ar, Fusarium spp. e Penicillium spp. No armazenamento, em amêndoas, foi observado maior contaminação por A. flavus, Fusarium spp. e A. nomius; e em cascas, a predominância foi de Fusarium spp. e A. flavus. AF e ACP não foram detectados nas amostras analisadas. Dentre as cepas de A. flavus isoladas 57,9% (278/480) foram aflatoxigênicas, bem como todas as cepas de A. nomius e A. parasiticus. Os níveis de Se foram entre 30,64 e 139,35 µg/g.
Editora:
Novas Edições Acadêmicas
Website:
https://www.nea-edicoes.com
Por (autor):
Arianne Baquião, Benedito Corrêa
Número de páginas:
140
Publicado em:
2015-08-18
Stock:
Disponível
Categoria:
Microbiologia
Preço:
61.9 €
Palavras chave:
castanha-do-Brasil, Aflatoxina, Aspergillus flavus, Aspergillus nomius, Aspergillus parasiticus

Books loader

Boletim informativo

Adyen::amex Adyen::mc Adyen::visa Adyen::cup Adyen::alipay Adyen::unionpay PayPal CryptoWallet Transferência Bancária

  0 produtos no carrinho
Editar carrinho
Loading frontend
LOADING